Receba nossas informações!

Desenvolvendo líderes

29 de dezembro de 2015, às 12:58

Por Armando Pastore Mendes Ribeiro

No início de cada ano, os profissionais que atuam na área de Desenvolvimento e Treinamento das organizações, iniciam a longa peregrinação na busca de eventos, consultores e materiais (fitas de vídeo, livros, entre outros) que possam desencadear o Programa de Desenvolvimento Gerencial ou de Líderes. Normalmente, esse programa está fundamentado numa pesquisa de necessidades de treinamento, em formulários que são preenchidos pelos líderes e pelos colaboradores ou ainda, baseados em muitas reuniões, cujos resultados são tabulados, compilados e aprovados pela diretoria da organização.

Fato interessante e muito comum é que, durante o ano, mais da metade dos eventos programados não se realizam, quer por falta de interesse dos líderes, quer pela urgência de se realizar outros eventos prioritários ou, ainda, pelo simples fato de que os gestores estão com excesso de trabalho e não têm tempo disponível nem em seus dias de descanso, quanto mais para participarem de atividades cujos resultados são de longo prazo ou considerados duvidosos.

Em outros casos, são contratados experientes consultores que já realizaram eventos em outras empresas, com temas adequados à realidade da organização e ao final, os líderes avaliam com nota máxima o consultor, ocoffee break, o local e o envolvimento dos demais líderes. Entretanto, argumentam que não dá para aplicar os conhecimentos no dia-a-dia de trabalho. Alguns manifestam, inclusive, incompreensão pelo fato dos seus superiores ou colaboradores não terem participado do evento.

Os líderes da área de Desenvolvimento e Treinamento desesperam-se ao ver tanto dinheiro e tempo desperdiçados e os analistas, muitas vezes, ficam constrangidos e à procura de funcionários para preencher as vagas dos eventos contratados.

Continue lendo o texto no site RH.combr!