Receba nossas informações!

RH proativo ou reativo?

16 de janeiro de 2015, às 19:05

O RH só funciona bem e cumpre seu verdadeiro papel antecipando as necessidades dos clientes internos. Para isso, não pode esperar as demais áreas pedirem o que desejam, e sim, pautada em uma boa e fundamentada iniciativa, oferecer soluções para problemas ou potencializar os resultados focando em oportunidades que nem sempre os gestores enxergam.

Não se deve esperar a manifestação da gerência. Não existe mais espaço para aqueles que ficam aguardando os pedidos para começarem a trabalhar. É necessário que se busque descobrir quais são as questões importantes da empresa, assumindo a responsabilidade, sem esperar que os gestores, os principais clientes internos do RH, venham bater à porta.

Um consultor de carreira, certa vez alertou em um artigo de sua autoria que se você é um profissional que deseja crescer na carreira e que espera contar com o RH, seja proativo. Segundo ele, essa é a única alternativa, já que não se pode esperar ser chamado ou que alguém pergunte sobre as suas necessidades. E dá a dica final: Cuidado! Use o RH como aliado para que, mais tarde, ele não o coloque na geladeira.

É triste ler uma dica como esta, principalmente porque ela retrata algo que ainda é verdadeiro para a maioria das empresas. Uma recente pesquisa com presidentes de empresas mostrou que a maior parte afirmava que os RHs são mais reativos do que deveriam.

Ter a iniciativa de oferecer alternativas faz com que o setor ganhe mais respeito e agregue mais valor.
Escrito por MARCELO DE ELIAS